segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Plataforma 11 - Paulo Muzzy e Roberta Carbonari

{Eu Li}


Há alguns meses estava zapiando pelo Instagram quando em um dos perfis fit que sigo, vi um post com o Dr Paulo Muzy e passei a segui-lo em seu perfil pessoal. De lá pra cá, comecei a acompanhar a esposa dele também e a conhecer um pouco mais sobre este casal que tem um das histórias de amor mais incríveis de todos os tempos e que agora está eternizada no livro "Plataforma 11".

A história é narrada tanto pelo Paulo quanto pela Roberta e conta desde como eles se conheceram, aos 14 anos em férias na praia, até o reencontro do casal, alguns anos mais tarde em uma consulta de emergência. 



Plataforma 11 vai mais além do que ser a narrativa de uma linda história de amor, trás reflexões que  nos convida a entender o amor e como lidamos com ele em tempo de imediatismo. 

Paulo é um jovem diferente dos demais. É tímido, introspectivo e inteligente. Reúne características de um homem de outra época e eis aí uma das coisas que mais indagam a bela e super articulada Roberta, a menina mais linda que aquele rapaz já conheceu. 

Os anos passam e com toda paciência, carinho e dedicação, porém, o respeito faz com que Paulo não ouse ultrapassar os limites com Roberta e só quatro anos depois, quando ela está com 17 e ele 18 é que ele declara seu amor por ela. A surpresa é que a moça também sentia o mesmo, mas também, que jamais havia visto alguém descrever o amor por outro passei como aquele rapaz fez em uma de suas cartas. 


E assim a gente vai suspirando os momentos lindos que o casal vive ao longo de quatro intensos dias na cidade natal de Paulo e as lindas declarações de amor que ele faz para Roberta. 

Os autores compartilham alguns acontecimentos marcantes de suas vidas familiares e as decisões que culminaram com o rompimento que os levou há quase 10 anos separados. 

Definiria como um livro pra acreditar no amor verdadeiro e entender que algumas coisa levam tempo para se aperfeiçoarem. A gente deixou de acreditar no amor que cuida, protege e sabe abrir mão quando é chegada a hora de dar uma pausa. Porque algumas histórias ficam mais especiais após os reencontros, não é mesmo?

Gostei muito do modo como o casal foi narrando sua história, sem fazer capítulos longos e cansativos. A história é bem direta e a linguagem bem próxima. Nas partes em que Paulo narra, a gente é convidado a interagir e refletir junto com ele sobre o amor e as escolhas que precisamos fazer. Essas partes mais "complexas" mexeram muito comigo e me fizeram refletir bastante sobre algumas pessoas que já passaram pela minha vida e o modo como levei essas histórias a diante. 

Acho que super vale a pena você comprá-lo e dedicar duas das suas horas a esta leitura. Não vai se arrepender, viu?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger