terça-feira, 11 de julho de 2017

Alguém ainda lembra daqui?!

Sobre ficar um mês longe e deixar mil coisas acontecerem...


Sumi feio, né? 

O mais interessante é que hoje completa exatos um mês que estive aqui pela última vez. Não sei bem se foi apenas o andamento do especial e a ideia de fazer um VEDA completo que me afastaram do blog, mas, o fato é que pela primeira vez em sete anos, fiquei um mês longe e não sofri por isso. 

Quem me acompanha pelas demais redes sociais, continuou sabendo da minha existência e vendo minha dicas e truques de beleza, porém, eram aquelas dicas curtinhas e à jato, o que eu tenho achado mais interessante fazer. Percebi que o tal "Instablog" é uma ideia maravilhosa porque mais pessoas veem e o retorno é quase que imediato. Logo, tive um motivo forte pra não sofrer por deixar o blog desatualizado.

Durante esses 30 dias, pensei em muitas coisas e vivi tantas outras, foi bom, foi doloroso e ainda sim, viveria tudo de novo. Pude ver o que o pessoal do Youtube gosta, consegui fazer a minha primeira live lá no Facebook e o mais legal é que ficamos papeando por DUAS HORAS dá pra acreditar nisso? 



É engraçado ver o quanto a gente pode se descobrir mudando apenas de ares, focando em outras áreas da vida e simplesmente observando melhor o rumo da vida, quem somos e o que queremos ser. Desde março, muita coisa mudou em mim e consequentemente, não vejo mais a vida como via antes. A consequência disso é que também já não vivo do mesmo jeito. Meu olhar está diferente e assim, percebi que é mais rápido e de um certo modo mais fácil estar online pela Youtube e Instagram. Tenho conhecido pessoas mais rapidamente e conseguindo falar mais e mais alto, sabe? Porém, amo o blog. Amo a relação que construímos ao longo desses sete anos e toda segurança que este espaço me dar, entretanto, manter tantos canais ativos e simultaneamente é um desafio pitoresco e enorme pras mínimas 24h do meu dia.

Eu acho bobeira estes post's de justificativa, no entanto, depois de tanto tempo sem dar as caras, não acho que faça sentido vim em ritmo de furacão  e omitir os detalhes bons do meu sumiço. Estava off blog e on pra vida. Vamos continuar com nossos posts  a medida que eu conseguir me organizar, ter ideias, tempo e claro, vontade. Outro motivo que me afastou daqui. Estava sem vontade de sentar e abrir o editor do Blogger, sabe?


Conheci tanta gente nova e me aproximei de tantas outras antigas, apenas, acionando a função social do meu ser. Tá, tenho muita preguiça de interagir socialmente pelas redes, só que isso é importante. A gente não pode expandir nosso círculo, se não permitir ser visto. Então, tenho permitido as pessoas me verem e eu também tenho me permitido ver quem sou em minha totalidade, já que por muito tempo me escondia um pouco pelo velho medo do que as pessoas iriam pensar. Então, não posso controlar o que as pessoas vão pensar, apenas o que eu penso. Então, penso que quero ser feliz e não me oprimir.

O resultado é minhas fotos atuais. Tô me sentindo mais vibrante e deixando toda minha vibração exalar. É maravilhoso trocar boas energias, sabe? Saber que algo que você faz e fala, toca o coração de outra pessoa, assim como o seu foi tocado um dia.

Ahh... Tô cheia de livros pra resenhar por aqui, viu? E vou atualizando vocês com os vídeos novos que andei postando. Afinal, tô achando super mais prático postar resenha por vídeo do que via texto e foto. Aliás, quando quero fazer assim, posto lá no meu insta, mas, vou fazer postagens exclusivas pro blog, usando o a câmera do celular, pode ser?

Enfim, estou voltando e nos vemos em breve, tá?


Beijos!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger