segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

{Inspiração} Tatuagens pequenas e fofas para um pulso carente

Já fiz inspiração de quase tudo, menos de um dos assuntos que mais pesquiso lá no Pinterest - tatuagem - então, como ando mais inspirada do que nunca com esse assunto, já que acabo de fazer minha terceira - uma fênix no braço - e ando louca pra fazer uma nova no pulso, porém, dessa vez, na parte interna.

Como assim, dessa vez? 

Acontece que eu já tenho duas tatuagens nos pulsos ou punhos, porém, na parte externa e agora queria fazer no pulso propriamente dito. Minha ideia inicial, era fazer algo mais sentimental e com alguma mensagem que lembrasse eternidade, vida e etc... Bem no esquema "pacto" mesmo.





Minha primeira tatuagem, foi uma estrela do mar tribal. Tinha o desenho guardado desde 2003, quando comprei um fichário da Capricho, que veio com uma cartela de tatoos tribais e lá estava a estrela. Guardei daquela cartela, os desenhos que mais gostei pra um dia quem sabe, quando tivesse idade suficiente tatuar. E aí, que no meu aniversário de 23 anos, resolvi que me daria de presente a tal tatuagem que tanto sonhei em fazer. Foi como uma espécie de desafio, já que sempre dizia que um dia faria uma tatuagem e sempre desistia.




Anos depois de ter guardado o tal desenho da estrela do mar tribal, descobri o significado das estrelas do mar. Assim como as Fênix, elas representam a capacidade de se renascer.  Pra quem não sabe, as estrelas do mar conseguem se recuperar quando uma de suas pontas é quebradas, logo, você pode quebrá-la, mas, ela vai voltar a ser quem era antes.

Tenho uma certa predileção por traços finos, tribais e tatuagens pretas. Até acho bonito desenhos coloridões e talz, entretanto, não curto em mim. Gosto das minhas tatuagens mais cruas e com uma pegada mais sóbria.




Gosto de pensar que cada tatuagem minha - tenho três - representa um elemento da natureza. A estrela do mar, representa a água. O aviãozinho de papel o ar e a nova, a fênix, o fogo.  Há muito tempo queria fazer uma fênix, não só porque elas renascem e eu as considero um ótimo exemplo de ser resiliente, mas também, porque como meu signo - leão - é do elemento fogo, precisava de algo que representasse o fogo que me alimenta e aí, eis que finalmente a minha fênix saiu.




Provavelmente, tatuei uma árvore pelo corpo em algum momento da vida. Gosto muito da ideia de ter uma árvore pelo corpo e elas tem tantos significados, né?

Outro desejo que tenho é o de fazer as aspas, pois, representam a escrita, palavras a serem ditas e ouvidas e em certos pontos, até meu amor pela leitura. Acho que essa seria uma boa opção para tatuar no pulso ou na parte interna do cotovelo.

Em breve, faço um post só com as minhas tatuagens e contando um pouco das histórias dela. E aí, vocês tem tatoos?

imagens: Pinterest 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger