terça-feira, 4 de outubro de 2016

{Eu li} A Coroa - Kiera Cass

Às vezes é bem difícil fazer a resenha de um livro pra vocês. Primeiro, porque meu ponto de vista é bem diferente da maioria e além disso, quem é fã de uma autora, personagem ou saga, acaba criando uma outra visão, de vez em quando extremamente positiva e menos crítica e em outras, mais crítica e um tanto quanto exigente e perversa.

Então, ao falar de "A Coroa", acho que vou me incluir no time dos fãs críticos, já que esse é o quinto livro da Kiera que eu leio e por ter continuado a acompanhar a saga de "A Seleção" em seu spin off.


Devo admitir que esperava muito mais desse livro. Na verdade, eu esperava e não esperava, afinal, era uma história um tanto quanto previsível, se você leu direito o livro antecessor, "A Herdeira". Só que ele acabou perdendo um pouco do prumo e ficando um tanto quanto cansativo.

Não é que a história seja ruim. Ela é boa, tem um final interessante e instigante. Só que, você precisa ter muita força de vontade, paciência e determinação pra chegar até lá, já que antes, rolam muitas cenas desnecessárias.


Nessa nova etapa da seleção do futuro príncipe consorte de Iléa, vemos Eadlyn mais apegada aos pretendentes a marido, preocupada com o futuro do país e mais solícita a ser uma pessoa melhor, menos fechada e mais dedicada a ser uma rainha que seu povo se orgulho, mas principalmente, sua família.

Algumas pessoas do passado retornam e mostram que nem tudo que parece ser bom, é realmente bom. Então, cuidado com quem você abraça e beija, porque o aliado de hoje, pode ser a pedra no sapato de amanhã. #mistérios

Eu gostei da autora trazer pro público jovem, algumas questões sociais que são relevantes e que merecem não só respeito, como uma aceitação natural à elas. Nesse livro, a gente tem boas demostrações de amor e formas de amar.


Diria que se as histórias fossem melhor elaboradas e não tivesse rolado uma forçada de barra pra prolongar alguns temas e capítulos, esse seria um livro bom. Tão bom quanto os demais e acho que o fato dele não ter sido tão incrível, vem de um cansaço natural da autora e da própria história, tanto que não haverá um terceiro livro explicar a seleção da princesa Eadlyn.

Tudo é resolvido de maneira rápida e em parte justificada por uma necessidade de última hora que atinge a Família Real de Iléa. É meio aflitivo vê que as coisas se desenrolam muito rápido, porém, com emoções confusas e sem situações interessantes, como na saga principal.

Não gostei do livro, mas indico para quem já vem acompanhando a saga "A Seleção", já que é o fechamento de um ciclo.

Outros livros da Kiera Cass que já apareceram por aqui:

A Seleção - resenha 

A Elite - resenha

A Escolha - resenha

A Herdeira - resenha 


Beijos!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger