segunda-feira, 10 de outubro de 2016

E o Kindle, como tá indo? + compra fail na Saraiva

Quem sempre acompanha as resenhas literárias que rolam aqui no blog, reparou que nos últimos meses troquei o livro de papel, por um e-reader, na verdade, um Kindle Paperwhite.  Foi uma compra um pouco na surpresa e confesso que achei que não iria me adaptar ao aparelho.

A surpresa é que não só me adaptei super bem a ele, como me viciei totalmente e minha leitura que já era compulsiva, só aumentou de lá pra cá.


Claro que ainda tenho meus livros de papel e não planejo nem me desfazer e nem deixar de comprar livros físicos (de vez em quando), ainda mais, porque tem algumas autoras (e séries) que faço coleção. Mesmo assim, não posso negar que é bem mais prático e até econômico utilizar um aparelho desses pra transportar seus livros por aí.

O principal atrativo do Kindle e dos demais e-reader, vem de serem extremamente leves e fáceis de transportar e claro, de adquirir um novo exemplar. A maioria conta com uma loja interna e conexão wifi, então, você consegue comprar o livro que quer, num clique. Também dá pra baixar e transferir por e-mail ou cabo. Por enquanto, tenho baixado mais do que comprado e preciso dizer que de um certo ponto, acaba sendo bem menos irritante e claro, mais barato.


Sabendo qual o formato que roda no seu aparelho, basta escolher em um site que disponibilize para download e baixar. Eu uso o Le Livros desde antes de comprar o Kindle e continuei depois de comprar o aparelho, por ter uma variedade enorme de material para baixar e eles sempre estarem atualizando a biblioteca virtual. Fora a variedade de livros, o site disponibiliza os conteúdos em vários formatos como, Pdf, Mobi, E-pub, além de poder ler online.

Mas e aí, quando você acha um livro gratuito, gosta tanto dele que quer ler logo a sequência e não tem no site? Foi a pergunta que me fiz recentemente e acabei optando por pesquisar o preço do livro nas duas lojas online da minha confiança: a Amazon e a Saraiva. Na primeira busca, o livro tava mais barato na Amazon, mas fiquei com receio de comprar pelo Kindle e me embaralhar. Resolvi esperar mais um pouco e aí, dois dias depois, vi que o preço havia baixado na Saraiva.com e acabei optando por comprar com eles. No entanto, essa foi a maior furada que dei na vida.

A Saraiva.com não avisa no site que os livros digitais que vende só rodam no seu e-reader ou que você tem que baixar um aplicativo para ler no celular, tablet e desktop. Moral da história: perdi dinheiro e depois descobri que também perdi o livro, já que depois que baixei no desktop e não consegui transferir pro Kindle, acionei o serviço de atendimento ao consumidor do site e eles disseram que podia baixar no celular, fiz o que disseram e o aplicativo recusou o download.

Conclusão da vida: não compro mais ebook na Saraiva.com e vou continuar apenas baixando os que encontrar pra download gratuito.

Se você não acompanhou o VEDA, acabou perdendo os vídeos que eu fiz, falando do meu Kindle e também mostrando os livros que baixei e li nele. Então, como sou boazinha, vou por aqui em baixo para vocês verem e saberem mais sobre meu novo vício e amor.






Uma dica pra quem tem o aparelho e fica com receio de baixar livros por não saber o melhor formato, ao baixar é melhor escolher o formato MOBI, tá? A formatação fica bem mais agradável no aparelho e ele aceita e converte de boa.

Beijos!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger