quarta-feira, 20 de julho de 2016

{Nós, amores e muito blá, blá, blá} À vida, com amor: eu




É bom pensar em você e não sentir mais dor, passar os dedos pelas feridas e sentir que cicatrizou. Curou.

A vida é confusa, obstinada e segue sempre o rumo dela. Porque ela anda de mãos dadas com o tempo e nem um dos dois pode parar, então, eu entendi que você e eu não podíamos parar aqui.

Não penso nos erros, não revivo os acertos, apenas vivo. Deixo acontecer e eventualmente algum ensinamento vem e eu lembro de um nós.

Mas a vida anda e o tempo corre, logo tudo passa e novas memórias são construídas e eu cresço um pouco mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger