quarta-feira, 22 de junho de 2016

{Diário} Depois de "Como eu era antes de você", o filme

Finalmente assisti "Como eu era antes de você" e sim, eu gostei do filme. Só não vou dizer que amei, pra não ser muito puxa saco, mas tá lindo e vai bater uma super vontade de mais umas duas horas de duração, viu?

Não chorei muito, porém, ri horrores e acho que a vibe ficou boa, porque a história funciona melhor como uma comédia romântica do quê como romance puro ou um drama, sabe?


A Emília Clarke e o Sam Cliff estão realmente ótimos no papel e mega expressivos. Raramente concordo com a escolha de atores pra os personagens dos meus livros favoritos quando estes ganham versão cinematográfica, no entanto, a escolha dos dois atores pros papéis foi perfeita. Emília arrasa nas caras e bocas e eu tenho colapso de riso quando vejo ela mexendo as sobrancelhas.

Já o Sam, caramba!! Eu não espera que ele fosse se encaixar no papel. Quer dizer, quando começaram a circular as primeiras imagens há quase um ano atrás, eu odiei. E aí, ao assistir o filme e ver o conjunto da obra, fiquei encantada. Will Traynor é um personagem difícil por vários motivos, um deles e o mais conhecido, sua condição física, porém, tem a personalidade forte e determinada que é o motor de toda história e principalmente: do desfecho.


Falaram de algumas cenas que não foram colocadas e tal, entretanto, não me incomodei com isso. Na verdade, a única coisa que eu mudaria foi uma cena sem sentido que deixaram que eu trocaria pela do estúdio de tatuagem. Acho que não ter as tatuagens foram o fim da picada!! Item essencial pra mim, viu?

Teve gente que bateu palma, soluçou e quase morreu sufocada na minha sessão. Eu achei exagerado porque o filme é bem alegre, apesar dos pesares e eu só chorei porque tocou "Photograph", minha música favorita da trilha sonora. Olha só:


Sabe, acho impossível não gostar desse filme. Não sentir as emoções aflorarem e pra quem já leu o livro, relembrar as sensações ao perceber como o amor pode se manifestar nos nossos corações e entender que provas de amor nem sempre são fáceis ou ultra românticas.

Eu sai do filme com a certeza de que se "Depois de Você" virar filme, vai ser um super erro. Por mim para aí e tá bom. Não gostei muito do livro e acho que ele quebra a magia de "Como eu era antes de você", além do quê, gostamos da imagem positiva de Lou e eu acho algumas coisas da sequência meio "incoerentes". Enfim... OPINIÃO PESSOAL, tá? E quero ver o filme de novooooo!!!

Beijos!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger