segunda-feira, 11 de abril de 2016

{Eu li} Manual da Fossa - Mica Rocha

Que tal um livro com dicas sobre como superar o pé na bunda, as fazes da fossa e claro, os sinais que vem fora por aí? Esse é o Manual da Fossa da blogueira, conselheira e amigue Mica Rocha. 

Bem publicitária a introdução desse post né? Mas é que não tem como não iniciar a resenha desse livro, com o seu principal diferencial e atrativo: as dicas pra superar a dor de amor. Além das boas e velhas dicas de amigue que Mica já é super acostumada a dar, o Manual tem testes, opinião de psicologa e o depoimento de outras mulheres que já tiveram seus tempos de sofrimento. 


Abra sua listinha de livros "tenho que ter" e adicione esse, porque se você nunca teve um momento de fossa (coisa que eu acho difícil), pelo menos já tomou um pé na bunda ou tem uma amiga que tá vivendo a fossa e o pé, nesse exato momento. Então, meu amor... Ela vai precisar de você e de conselhos que realmente tire ela do sufoco e ensine definitivamente a se livrar do falecido. 

Mesmo sendo curtinho, o Manual da Fossa é bem completo, fácil de ler e faz você repensar suas relações passadas, pensar melhor em como vai manter a atual e/ ou futuras. É bem engraçado vê as fases da fossa e as soluções pra elas, mesmo que pareçam extremas e doloridas. 



Como boa entendedora do assunto fossa (aka leonina dramática), eu achei os conselhos que a Mica dá, bem verdadeiros. Afinal, ninguém nunca morreu por amor, não é mesmo? Pra quê ficar sofrendo e se lastimando por alguém que teve todas as oportunidades de ter você e ainda sim, não a quis? Supera isso e bola pra frente. 

Um dos conselhos que ela dá e que eu ainda não tinha parado pra pensar, até ler o livro, é que hoje em dia com as redes sociais bombando e te mandando notificações sobre suas lembranças, tá bem mais difícil se desvencilhar das memórias do ex. É por essas e outras que ela aconselha que se quebre totalmente os laços (excluir contato, fotos e etc) com o cara e a depender da situação, até com os amigos e família dele. E nada de ficar naquela de "ahh, mas vão achar que eu sou infantil" ou "não quero ser grosseira"... Queridinha, é o seguinte: se eles tiverem o mínimo de noção, vão entender o seu posicionamento, tá?




Fiz os testes que vem nele e me surpreendi com meu estado emocional e pessoal. Pelo que parece, não tenho muito tempo a perder com sofrimento amoroso e meu amor próprio é enorme. Glória Deus!! 

A boa da verdade é que nem sempre fui assim. E olha, se quando era mais novinha e tive minhas super crises de fossa, tivesse um livro desse por perto, não teria feito tanta besteira quanto já fiz. Só que tudo é ensinamento e como já diz minha amiga Lay Almeida, a gente só aprende quando apanha da vida. 

Benhê se você tá na fossa ou não sabe lidar com ela e quer se preparar pra não cair mais nas armadilhas do cara enrolado e mau carácter, compra o bendito Manual da Fossa  e vá ser feliz, viu? Porque além de te ensinar a superar, identificar quando o pé na bunda vai surgir e claro, como sair desse drama todo, ele vai te fazer dá boas risadas!! 


Beijos e boa leitura!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger