terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

{Saúde} Vale a pena fazer a Bioimpedância?

Eu fiz e algumas coisas mudaram!


Já tem algum tempo que queria comentar com vocês mais algumas coisas sobre minha reeducação alimentar e essa parada de vida saudável, só que o tempo às vezes embola e a gente deixa passar, mas de vez em quando deixar passar um tempo é essencial, pra conseguir observar as coisas e as consequências delas e foi assim com o resultado do exame de Bioimpedância Segmentar. 

Assim que fui para a nutricionista, ela me solicitou que fizesse esse exame para saber como eu estava até aquele momento (-21kg), pra daí sim, a gente iniciar o acompanhamento e diminuir as chances de erro. Fiquei animada com a ideia, porque já queria fazer a Bioimpedância há algum tempo. 



No ponto de vista "administrativo" da coisa, esse pode ser um tipo de exame meio complicado de se conseguir fazer, já que alguns planos de saúde, ainda não o dispõe em suas redes e pelo que sei, aqui em Salvador há poucas clinicas especializadas que façam. Fiz o meu na clinica Metta, que foi indicada pelo plano de saúde. No entanto, tive que pagar (R$90) e eles depois de dois meses, reembolsaram. 

Pode rolar um pouco de estresse antes de fazer, pois, eles pedem que a gente tenha alguns cuidados antes do exame, como por exemplo, fazer 4h de jejum, não tomar bebida alcoólica e café na véspera, não fazer exercício físico no dia do exame, beber pelo menos 2 litros de água na véspera e no dia do exame ir com roupas leves e sem acessórios.


 

No inicio, parece frescura e bem cansativo ter que tomar todos esses cuidados, mas na hora do exame, dá pra compreender o porquê. A gente sobe numa espécie de balança, com dois apoiadores metálicos, onde deveremos apertá-los enquanto a balança passa uma corrente magnética pelo nosso corpo, medindo a água, gordura, músculos e etc...

Aí vem a parte divertida!! Quando o resultado saí, você fica impressionado com a precisão das informações e as orientações de exercícios que você deve fazer para chegar ao limite saudável. 

Quando fiz a minha bioimpedância estava com 64kg (hoje estou com 56kg) e descobri que tinha tendência a acumular mais gordura na minha região torácica. Confesso que fiquei meio triste com isso, porque essa é uma das regiões mais preocupantes pra se acumular gordura e se após eliminar 21kg, ainda tinha 19kg a mais de gordura nessa região (e corria riscos), imagina como não estava antes de emagrecer? 

 
Os dados que o exame traz são bem completos e ajudam a orientar os exercícios que você deverá fazer e também, o foco que a sua alimentação terá. No meu caso, fez com que eu abolisse totalmente as jacadas gordurentas e a preguiça fazer caminhada, abdominais e corrida. 

Devo fazer um novo exame em breve e confesso que estou bem curiosa  e até ansiosa, para ver o que conseguir mudar nesses cinco meses. Espero que os resultados sejam mais satisfatórios e que eu tenha conseguido não só reduzir satisfatoriamente o meu peso, mas também, o meu percentual de gordura e que os músculos tenham crescido também. 

É um exame caro? É. No entanto, vale fazer e acredito que seja essencial para direcionar a dieta e os exercícios de modo correto. Assim, você come o que realmente é bom pro seu corpo e não vira nenhuma psicótica vigorética. Tá bom?


Beijos!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger