segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

{Nós, amores e muito blá, blá, blá} Ano novo, ano velho...

E o que muda?


É engraçado ver as pessoas na ansiedade pra que 2015 acabe e 2016 comece, só porque elas acham que assim tudo será diferente. 

Sabe, por muito tempo (diria que uns 23 anos) eu achei que anos ímpares eram ruins e que só podia viver coisas boas nos anos pares. Daí, ficava rezando pro ano "ruim" passar logo e todo final de ano, ficava louca de ansiedade pra o relógio dá meia noite. 

Esse ano passei a ver as coisas de outro jeito e aí, o meu carma com o ano passou. 


Créditos: We Heart It 

Na verdade, o que fez o meu posicionamento mudar, foi justamente a minha reposição. Quando passei a deixar de esperar o tal "milagre do ano", vi que tanto ímpar quanto par, podem ser bom  e diferente. Basta que eu me permita e persista na busca pelo que desejo ou melhor, pela mudança positiva. 

A virada de ano é mais um último dia do mês como todos os outros que você e eu vivemos ao longo dos anos. O que difere é que iremos começar (de novo)  o mês 01 e nada mais. Sua vida não vai magicamente mudar só porque deu 00:00h do dia 01/01. 

Créditos: We Heart It 

Tudo mudo quando você resolve que algo precisa mudar e quem deve fazer isso é VOCÊ. 

Se algo não vai bem na sua vida, a única pessoa capaz de fazer com que tudo mudo é a dona da vida e mais ninguém. Tando ruim ou bom quem vive é você, não eu ou o vizinho ou até o ano. Então pare de ideias furadas e apenas encare as coisas. Respire. Suspire e persista nas mudanças. Nos ajustes.

Tive um ano incrível, só porque esqueci do carma dos anos ímpares e me concentrei em algo que queria muito. Além de conquistar o que tanto queria, consegui outras coisas e hoje, me sinto realmente bem. Melhor do que me senti no final dos meus melhores anos pares. O que fiz? Mudei. Relaxei. Inspirei... E aí, corri... Corri muito, no entanto, cheguei onde queria (e mais... Muito mais). 

O ano vai virar? Vai. Algo vai mudar com o novo ano? Não sei. Mas se mudar, foi porque teve que ser assim e não apenas porque o ano virou. Coisas ruins e boas acontecem independente do dia, mês e ano em que estejamos. Elas simplesmente acontecem. 


Feliz ano novo/velho!


Beijos!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger