quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Nós, amores e muito blá, blá, blá - Um ano novo pra nós...

Mais um ano terminando e pra alguns a vontade de que o ano passe e leve tudo de ruim que aconteceu é enorme, né? Mas, você já parou pra pensar que o ano não tem muito haver com as coisas que aconteceram?

Às vezes, não é o ano que precisa mudar, virar ou qualquer coisa do tipo. Provavelmente, quem precisa mudar é a gente. Não o jeito de ser, mas o jeito de encarar certas coisas, certas pessoas...




Tenho tido a sorte de ter dois anos bons para recordar e de até mesmo tendo passado por momentos chatos e desagradáveis, não ter a menor pressa pra o novo ano. Talvez, seja só a certeza de que a única coisa boa de virar um ano, é saber que você teve a oportunidade de continuar vivo. De continuar perto das pessoas que você ama. Que pode conquistar novos amigos, objetivos e acima de tudo, que aprendeu lições valiosas.

Há os que aprendem com os erros dos outros e não vivem os seus próprios. Há quem precisa viver um milhão de vezes os mesmos erros, pra um dia resolver que não precisa mais passar por aquilo. Mas, tanto uma situação, quanto a outra é fruto das escolhas que você faz. Nada mais que isso. O ano,  não tem nada haver com isso, viu?

Aprendi que gosto de ver até onde as coisas podem ir. De saber o valor real, tanto de coisas boas quanto de coisas ruins, porque assim, eu posso dizer com peso que eu não quero tal situação pra mim. Assim foi 2014: ano de descobri o que eu queria, ano de por em prática o que eu sabia que precisa, ano de dizer tudo o que eu sentia.

E vocês, ahhh vocês.... Não tem ideia do quanto são verdadeiramente especiais para mim. É importante cada feed back que vocês dão. Cada palavrinha mandada em e-mail, pelos comentários, pelo Facebook... Isso faz com que tudo seja ainda mais incrível e que cada vez que eu pare e pense em como era e como seria a minha vida sem o blog, eu não consiga ver a menor graça e nada.

Obrigada por mais um ano de confiança. Amo vocês!! *Feliz 2015!!


Beijos!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger