segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Diário da Semana #30

Abra o seu baú de recordações


De vez em quando fico mais sensível e solícita. É nesses momentos que a minha vida resolve jogar todas as fortes emoções de uma vez em cima de mim.  Choro, risos incontroláveis, saudades de tempos que não vão voltar e meu baú de recordações saí do seu lugar, para me lembrar que não foi um sonho, mas que passou...

Essa semana tive dias assim. Tudo começou sem querer e virou um misto tão grande de sentimentos que quase me perdi. Já não é de hoje que venho sentindo saudades dos tempos de colégio. Tendo sonhos e chorando quando recordo de alguma coisa que aconteceu. Pode parecer estranho (e até ser), mas quando você passa anos (no meu caso boa parte da vida escolar) com as mesmas pessoas e vocês dividem tudo, mesmo que não sejam do mesmo grupo, chega uma hora que cansa e a vontade de se separar vem (e vem forte), mas quando ela passa e as coisas tomam forma na vida nova, a saudade vem... As lembranças viram consolos tão fortes e lindos, que você inevitavelmente se pergunta: "porque não aproveitei mais?".

Quero convidá-las (os), a fazer que nem eu e abrir mais seus baús... Tira a poeira que ficou por cima de alguns retratos e deixar as boas recordações tomarem forma e ganharem vida. Deixe que elas saiam por aí e toque as outras pessoas... Reveja seus amigos e deixe que as velhas brigas causadas pelos choques de ideias e infantilidades, passem e que vocês estabilizem aquela boa fase que não vai voltar, mas que te ensinou tanto sobre a vida, quando você menos esperava e sabia que estava aprendendo as lições mais valiosas e incríveis da sua vida. 

No meu baú, há muitas coisas... Cartas, fotos, objetos pessoais, brinquedos e alguns sorrisos... Nem sempre preciso abrir ele para sentir aquelas emoções que nem são tão antigas assim, mas que deixam aquela saudade esmagadora no peito, algumas vezes eu só fecho os olhos, lembro de um dia feliz, de uma traquinagem na escola, dos apelidos e logo, me transporto até lá e meu coração se acalme e vibra como se tudo estivesse acontecendo novamente. 

Constatei que talvez, ainda ame vocês do mesmo jeito que amava antes... Odiando e adorando de acordo com os acontecimentos daquelas manhãs... Vocês fazem falta! :'(


xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


 Minha semana foi saudosista, como vocês puderam imaginar e também meio instável no quesito saúde. Nossa... Senti uma dor insuportável de estômago e se já não estou comendo carne, porque a bendita estava causando problemas, fiquei essa semana sem comer quase nada, só tomando sopa (aka Vono). Foi horrível, mas mesmo assim, precisava seguir a vida e fazer as coisas andarem, já que tinha muitos planos pra ganhar vida e também viajaria no fim de semana.

Não sou lá muito fã de praia, mas minha família tem casa na ilha e aqui em Salvador, moro bem perto da praia, então, ela meio que me persegue. No fds, aproveitamos para ir lá na ilha e tirar uns dias de relax.... Foi até bom, já que passei a semana sem dormir direito, por causa das tais dores de estômago e meio preocupada com umas coisinhas bobas. Eu estava mais sensível, então, tudo me arrancava lágrimas e longas reflexões. 

O legal da viagem é que fiz várias fotinhos com o celular, já que não tava a fim de carregar a câmera e queria as fotos com efeitos divertidos... 





Eu comentei muito quando comecei a gravar vídeos mostrando meus livros, que tinha comprado um livro nacional chamado "Uma viagem no tempo", depois que vi a indicação da Gê Flores, só que como comprei o livro direto da editora, ele demorou bastante para chegar, mas chegou. Demorei para ler, mas finalmente tirei ele da lista dos "não lidos" essa semana, já que ia tá viajando e teria um pouco mais de tempo.



Vou falar melhor do livro em post, mas já adianto que ele é bem interessante, só que tem algumas coisinhas que poderiam ser menos cansativas e mais diretas, sabe? Mas, nada que faça dele algo chato e que vá fazer você se arrepender de ler. 

Apesar de ter a Segunda Guerra como um dos temas, esse não é um assunto central e a gente só tem trechos dela, por causa da tal "janela no tempo". O livro foca mais no poder dos acontecimentos e naquela boa e velha frase... "Oque tiver que ser, vai ser". 

Bom, é isso. Espero que vocês tenham gostado da minha semana, tá bem? Depois me contem o que rolou na semana de vocês. Pra saber ao vivo o que rola na minha semana, é só me seguir no Instagram (@lalylihh). 


Beijos!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger