quarta-feira, 1 de outubro de 2014

E o problema da internet, deu em quê?

Um resuminho do que rolou e está rolando na saga pela estabilização da internet...





Eu sou repetitiva. Isso mesmo... Sou repetitiva (tá vendo?!), mas é porque acho que ás vezes a gente acaba deixando passar algumas coisas e aí, surgem algumas dúvidas e incertezas. Já comentei em dois ou três posts (não lembro mais...), que por causa de uma falha até hoje desconhecida por mim e pelos demais moradores da minha vizinhança, passei mais de uma semana com a internet completamente instável. Eu tinha conexão, mas ela caia toda hora e a velocidade tava mega baixa, nada muito alarmador se eu não trabalhasse com internet e não tivesse um blog e um canal que precisam ser alimentados frequentemente. 

Em oito dias, perdi as contas de quantas vezes fui OBRIGADA a ouvir a gravação extremamente irritante do "Eduardo", o atendente virtual da Oi. Gente, é incrível o quanto as empresas de telefonia fazem de tudo para serem desagradáveis e inúteis. Passei todos os dias ligando para eles, para tentar obter uma resolução e sempre a mesma coisa... "Vamos mandar um técnico até o local"... "Nossa equipe está tentado solucionar o problema"... Blá, blá, blá... E NADA!  Os técnicos (porque mandaram um na terça passada e outro na quarta, para o segundo fazer absolutamente a mesma coisa que o primeiro fez (ou não fez?): NADA. Na verdade, o segundo até fez algo, mas logo me colocou numa situação interessante. Sem que eu desse autorização ou solicitasse, ele inventou de trocar a tomada da minha casa. Melhorou algo? Não. Só piorou e por fim ele ainda me falou que eu se voltasse a ter problemas que não entrasse em contato com a Central, pois se não me cobrariam os R$39,90 da tomada que ele trocou sem eu pedir e sem nem a coitada está com problemas. Vê se pode isso? 

Estou contando essa minha saga para vocês, porque, acho que assim como eu enfrentei e meio que ainda estou e estaria em situação pior, vocês também podem passar e não me custa nada contar as decisões que tomei para tentar resolver o problema. Quando completei uma semana sem poder fazer minhas coisas com tranquilidade e quando já tinha duas páginas preenchidas por protocolos e nenhuma resolução da Oi, resolvi que era mais do que na hora de acionar a ANATEL ( se precisarem entrar em contato o número é 1331). Assim que entrei em contato, a atendente virtual deles, avisou que era essencial que primeiro o usuário acionasse a sua operadora e se caso isso não resolvesse, aí sim, utilizar os serviços da Agência. Como eu já tinha acionado a minha, pelo menos umas 10 vezes só naquela semana, estava mais do que na hora. O procedimento de reclamação é bem fácil e rápido, eles anotam o que está acontecendo, perguntam seu último protocolo e te avisam que a empresa tem até cinco dias úteis para solucionar o problema. Resultado: depois que liguei para a ANATEL, finalmente a minha internet se estabilizou consideravelmente e pude agilizar as coisas que estavam pendentes e até subir um vídeo para o Youtube. 

Créditos: Reprodução / Google 


Não dá para se acomodar. Infelizmente, as coisas no Brasil só funcionam depois de muita briga, confusão e alguns barracos. Nunca vi, uma empresa de telefonia resolver algo sem que você tenha que ameaçar ou até ir aos órgãos reguladores. Ainda estou considerando se vou ou não abri uma queixa no Procon, pois, mesmo com a total inutilização dos serviços de internet e telefonia fixa, a bonita da operadora, vai me cobrar como se nada tivesse acontecendo e creio eu que por trabalhar com internet e precisar da mesma pra fazer $$, cabe uma indenização, já que fiquei impossibilitada de exercer minhas funções, não? 

Ontem consegui ficar o dia todo conectada sem uma oscilação, mas hoje o probleminha já deu um "Oi" e fiquei sem internet por uns 10 minutos, hoje de manhã. O detalhe é que na quinta quando liguei para reclamar com eles, antes de ligar para a ANATEL, eles agendaram uma visita de um técnico para ontem (sim, visita em pleno domingo), das 8h às 12h... NINGUÉM apareceu ou deu sinal de vida. Hoje, vou ligar de novo para a Oi e perguntar pelo tal técnico poltergeist deles.  Espero que a resolução definitiva venha em breve, porque ninguém merece pagar caro por algo que não está usando. Dessa vez, não acionei o "Reclame Aqui", porque não tinha internet e como entrei em contato com a ANATEL, nem adianta mais postar lá no site, mas aconselho a usarem o site sempre que tiverem algum problema com qualquer empresa ou marca. O site é bem eficaz e costuma trazer resoluções rápidas e vantajosas para o cliente.

Update (01/10): O problema com a internet continua e talvez pior do que estava. Na segunda, entrei em contato novamente com a Oi, questionando a não visita do técnico que estava marcada para o domingo. Eles falaram um monte de encheção de linguiça e ficaram de resolver tudo (de novo) em 24h... O dia foi um inferno e não consegui fazer nada direito.

Ontem, a ANATEL entrou em contato para saber se o problema havia sido resolvido e eu informei que não, além de informá-los também que o protocolo que me foi passado e eu repassei para eles, estava errado. Informei o protocolo certo e eles marcaram uma visita técnica para hoje. A tal visita deveria ser agora de manhã, mas sabe-se lá porque mudaram para o período da tarde. Coisa que eu só descobri agora, que liguei novamente para a Oi e reclamei que tava um caos e perguntei pelo técnico. De novo vão mandar um técnico para o Oi fixo... Só que já fizeram isso duas vezes e nada. Pedi um pro Velox, mas o atendente disse que "se o fixo continua com chiado não vai funcionar a internet...", tá bom, mas e quando o fixo está sem chiado e mesmo assim não há internet, como proceder?

Informei ao mesmo que estava compartilhando toda essa saga aqui e que a partir de agora iria filmar cada visita e ação técnica e compartilhar nas redes sociais, além de procurar o Procon e processar a empresa, já que eu estou pagando por algo que não estou usando e ainda estou impossibilitada de exercer plenamente minhas funções trabalhistas (alô danos morais). Na hora ele me surgiu com uma comissão de não sei lá das quantas, que ia acompanhar de perto o atendimento técnico e tentar resolver tudo o mais breve possível (diz ele que 24 h). Óbvio que perguntei "e se ninguém entrar em contato ou resolver?", aí a resposta vocês já imaginam... "A senhora volta a ligar"... De novo? Essa é a 13ª ou 15ª vez que faço isso nos últimos 15 dias?? 


Beijos!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger