terça-feira, 5 de março de 2013

Dreamer - Revlon

Eu tento, tento, mas definitivamente estou viciada em usar esmalte azul ou verde. Gente, não sei o que está acontecendo comigo, mas toda vez que tenho que pensar no esmalte que vou usar e postar ou quando vou a alguma perfumaria e vou bisbilhotar a seção de esmaltes, só vem essas duas cores na minha mente.



Na última semana eu fui até a farmácia Santana comprar umas coisas que eu estava precisando. Eis que quando chego ao balcão para pedir a atendente o medicamente que eu queria, dei de cara com uma bandeja repleta de esmaltes da Revlon. Na hora deu um branco na minha cabeça e eu esqueci totalmente do remédio que queria e só consegui perguntar ao vendedor o preço dos lindinhos. Para minha alegria todos (cremosos, metálicos e perfumados) custavam apenas R$12,90!!! Vocês já imaginam qual foi o final da minha história, né? Voltei pra casa com dois vidrinhos novos!!!  Foi assim que eu trouxe o Dreamer e o Smoldering para casa.

Dessa vez a minha experiência com a Revlon, foi bem prazerosa e tranquila. Diferente do Ocean Breeze, que manchou, durou pouco e ainda me irritou muito na hora da esmaltação. O legal do Dreamer é que ele é um azul bem fofo e eu achei ele super parecido com um dos esmaltes que a Hits lançou recentemente( não lembro se é da coleção das Meninas Super Poderosas ou se é da coleção da Hello Kitty).




O mais engraçado desse esmalte é que apesar dele ser bem clarinho e discreto, ele atraí olhares e comentários. Na faculdade todas as meninas babaram por ele e me perguntaram que esmalte era esse.  Eu quase ia esquecendo de comentar que ele seca super rápido e na hora de limpar os cantinhos da unhas foi bem tranquilo, porque ele sai super fácil e por aderir bem na unha ele não escorre e nem faz lambança. Para obter essa cor uniforme e bonita, eu só precisei de duas camadas do Dreamer e uma de extra brilho.


                                                                       

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger