quarta-feira, 18 de abril de 2012

Cine: Xingu

Depois de quase duas semanas sem postar nada sobre cinema, eis  que eu volto para contar um pouco da minha experiência com o filme " Xingu". No último sábado (14), aproveitei pra matar minha curiosidade com o mais novo lançamento do cinema nacional e também para rever alguns amigos. No final, só revi um deles, mas tudo bem, como esse era o mais enrolado ocupado, acabou sendo bem legal.

O filme é muito bom, tanto no seu enredo, quanto na qualidade de suas imagens e equipe. O elenco traz nomes de peso, como Caio Blat e Felipe Camargo, e tenta ser bem fiel a história dos irmãos Villas Boas e tudo que cercou a criação do Parque Nacional do Xingu.


Créditos: Divulgação
           



Eu confesso que teve momentos durante o filme, em que eu chorei, mas como eu estava num cinema e a sala lotada, eu dei um segurada no meu sentimentalismo, para não ficar meio estranho. O bom, é que essa é uma produção que te proporciona momentos de reflexão, de risos frouxos e até de indignação. Eu sai do cinema, refletindo sobre muitas coisas a respeito da política praticada no país, do jeito como os indígenas são tratados, enfim, sobre uma porção de coisas e fiquei feliz, ao ver uma família levar o filho de uns 10 anos para assistir a produção e ir explicando ao longo dela o que estava acontecendo e principalmente, a consciência da criança sobre o que era certo e errado. Acho que os país devem fazer isso com seus filhos, pois, cinema não é só para ver filminho bobo e sem conteúdo. Cinema também é um meio de comunicação e cabe a nós usá-lo como tal.


Créditos: @lalylihh ( Instagram)
         

É óbvio que eu não vou contar sobre o filme, né? Porque se não perde a graça, mas ele meio como se fosse um documentário. No final do filme, tem uma atualização dos fatos sobre o parque e a história dos irmãos Orlando, Claudio e Leonardo Villas Boas e algumas imagens dos irmãos originais.

PS: Dos três irmãos Villas Boas, o Leonardo, é o mais absurdo. Tem horas que ele é um poço de covardia e em outras que é um poço de coragem, só isso já faz o filme ter umas partes bem cômicas. kkkkkkkkkk


Um comentário:

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger