sábado, 7 de janeiro de 2012

Cine: A Fera / Quem é vivo sempre aparece...

... Eu sei que fiquei off, praticamente  a semana toda, mas tenho justificativa. Para começar, na Segunda - Feira, não tinha condições físicas de vim postar e na Terça - Feira, meu tio que mora em Petrolina - Pe, chegou aqui  com a família e eu fiz passear e dar atenção a eles. Aí já viu, não tive tempo de preparar nada, ainda mais porque tô cheia de problemas para resolver e como mamis viajou com o pessoal, a casa tá sobe minha responsabilidade, daí eu estou lavando, passando e cozinhando.

Mas, tô passando aqui para contar e deixar algumas novidades legais para vocês. Essa semana eu posto um vídeo com algumas comprinhas que fiz no mês passado e as que já fiz esse mês. Também devo tá trasando uma super dica para as meninas que gostam de anéis e que tanto me mandam e-mail falando sobre os meus.

Para voltar com chave de ouro, trago uma dica de filme bem legal e que não é nem tanta novidade assim, mas que está em cartaz no UCI Orient do shopping Iguatemi e que eu assisti essa semana e gostei bastante:



Créditos: Divulgação




Antes que vocês fiquem por aí, achando que eu fui ao cinema assistir ao filme, preciso dizer que eu vi em casa, ok? Como? Bom, esse filme foi lançado já alguns meses nos EUA, então foi fácil conseguir a alguns meses ele. Só que pela correria do semestre, acabei não tendo tempo de ver e ai essa semana fazendo uma busca pra ver se "Amanhecer", ainda estava em cartaz, eu vi que ele estava nos cinemas e resolvi finalmente assisti-lo e ver se vale a pena ou não.
Basicamente o filme é baseado no  livro de mesmo nome, lançado pelo escritor americano Alex Flinn. Ele é baseado no clássico e já conhecido " A Bela e a Fera", porém com uma temática mais adulta e bem menos clássica.

Achei bem legal e dinâmico. O filme não é cansativo e nem demorado, ou seja, a trama é bem escrita e a narrativa tem uma sequência bem interessante e lógica. Nada acontece por acaso ou a toa. Fora que assim como o conto já famoso, ele também mostra a transformação do personagem principal, que no início é um jovem egoísta e prepotente, numa pessoa mais interessada no bem comum.

O elenco é bom e traz nomes já conhecidos como Mary Kate Olsen ( a bruxa que transforma o Kyle em "fera") e Vanessa Hudgens ( ela interpreta a "Bela" ). O papel de fera, ou melhor, Kyle Kingson, é do jovem ator Alex  Pettyfer, que ganhou até um prêmio junto com a Baby V, por suas atuações no filme.



No geral, eu achei ele bom. Apesar de não gostar muito da Vanessa Hudgens em outros papéis, além do da Gabriela, de High School Musical, eu achei que ela fez uma coisa bonitinha como mocinha da trama, ou melhor, como Lindy Taylor. Tem horas que ela não vende muito bem o papel, mas em outras ela dá um jeitinho e consegue levar bem. A verdade é que, quem realmente dá um show de atuação é o Alex Pettyfer. Ele é realmente um cara talentoso e, aqui entre a gente, muito bonito.


Curiosidades:



  • O filme foi produzido pela Telecine Productions, que como todo mundo deve saber, é uma produtora de filmes brasileira.  O filme tem até uma fala em português, que só pode ser percebida, na versão em inglês, onde o Kyle fala " Quem será, será".
  • Para fazer a "Fera", o Alex Pettyfer, teve que raspar a cabeça. Já para a maquiagem, foram gastas seis horas, para colocar todas as próteses, que incluem 67 peças, e 60 cicatrizes e tatuagens individuais.
  • Os responsáveis pela criação das próteses e  tatuagens foram, Tony Gardner e Alterian, Inc.. Eles também fizeram toda a maquiagem do John Travolta, em Hairspray.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!!!


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger