sexta-feira, 8 de setembro de 2017

O hidratante que você respeita - Hidratante Antiacne Quintal

{Cuidados com a pele oleosa}



Quem é presença cativa por aqui já tá cansado de saber que eu sou uma super entusiasta de hidratantes para pele oleosa. Nem sempre rola amor e sintonia, mas quando a gente encontra o produto perfeito, tem que agarrar e fazer declaração de amor, certo?

Então, imagina a minha reação quando comecei a testar o hidratante Antiacne da Quintal e bateu aquela química perfeita entre o produto e a minha pele oleosa e extremamente sensível? Eu fiquei louquinha e claro, surpresa como um produto leve e natural conseguiu deixar minha pele mais bonita, radiante e melhor ainda, com a oleosidade controlada.

Foi por causa deste produto que rolou aquele post sobre hidratação e a importância que passar um creme ou óleo vegetal no rosto, duas vezes ao dia, tem para pele oleosa e o controle da oleosidade ao longo do dia. Ao hidratar a pele a gente ajuda a reter água nos tecidos e isso faz com que a pele não produza mais óleo, tenha espinhas e que a maquiagem dure mais.


O que me fez gamar neste hidratante foi sua fórmula leve, natural e eficiente. Ele hidrata a pele sem deixá-la melequenta ou com brilho. Isso acontece porque ele contém nanovetor de óleo essencial de Melaleuca e extrato adstringente de Cogumelos, logo, enquanto ele hidrata, também ajuda a pele a prevenir e tratar espinhas e outras inflamações.

Segundo a marca, o hidratante tem efeito mais eficiente quando usado juntamente com a máscara facial de argila verde Antiacne, porém, mesmo não fazendo o uso concomitante dos dois produtos, dá pra obter resultados eficiente, porém, vou logo te avisando que você pode acabar se apaixonando tanto, que ceda ao desejo de experimentar a máscara facial e aí, prepare-se para uma pele ainda mais linda e para mais resultados fantásticos no quesito poros dilatados e oleosidade excessiva.

O único ponto que pesa um pouco sobre este produto é o preço. Ele custa R$76 nas lojas e site da Sephora e também na loja virtual da Quintal. Dá pra comprar o kit promocional com o hidratante e a máscara nos mesmos pontos de venda por R$148. Eu sei que não é dos mais baratos, entretanto, super indico porque realmente faz efeito e traz resultados maravilhosos, além claro, de ser um produto vegano e não testado em animais, viu?

Beijos!! 

Não permita que ninguém tire a sua paz interior

{reflexões}




Quantas vezes você já deixou de se sentir bem por causa de um comentário ou ação de terceiros? Aposto que pelo menos uma vez na vida, já viu seu humor e desejo mudarem porque alguém resolveu interferir no rumo da SUA VIDA.

Não permita que ninguém mude seus sonhos ou tire sua paz. Não se deixe levar pelos pensamentos negativos do outro e se este alguém insistir muito, se afaste dele. Alguém que tenta tirar sua paz, não merece estar ao seu lado. 

Claro, não é fácil se afastar de alguém ou até mesmo perceber que um determinado comentário ou ação que parece inocente, na verdade, vem carregado de segundas intenções e diga-se de passagem, bem negativas.  Mas, pense o seguinte: nada é por acaso. Ninguém faz algo sem motivo e mas ainda: nada que acontece com a gente, seja bom ou ruim, foi sem consentimento. Então, de novo lhe digo: não permita!

Infelizmente, precisei viver diversas situações ruins durante minha vida para entender e valorizar o quanto é importante estar em paz. Ás vezes vivia situações ruins por achar que era o jeito das pessoas exteriorizarem suas dores e que no fundo, no fundo, elas não queriam ser assim. Porém, um dia, parei pra pensar e entendi que ninguém é culpado pelo que eu vivo de ruim além de mim, então, se eu não tenho o direito de descontar meus problemas nos outros, como poderia aceitar sofrer as consequências alheias? Empatia tem limite e quando ultrapassa dos limites saudáveis, talvez, seja um indício de que você é alguém fácil de se submeter a uma relação abusiva.

O abuso nunca parece que é abuso. Ele vem disfarçado de tanta coisa e aí, a gente vai deixando rolar, perdendo o amor próprio, a paz de espirito e o orgulho. Quando você menos espera a infelicidade está morando no seu coração, corpo, mente e lar. As coisas perdem o gosto bom e as novidades que a vida poderia te reservar não conseguem chegar até você. Já reparou que quando falta paz na sua vida, dificilmente as coisas tem valor positivo? Tudo fica mais cinza e falta ânimo pra tudo.

Uma ansiedade desnecessária logo brota no nosso peito só pra dá aquela afunilada básica ao limbo que já se instalou há algum tempo, e não estranhe se a insônia se instalar. Ela vem como o complemento essencial a falta de paz e ao abuso espiritual e emocional que você possa estar se sujeitando sem saber. Não, não é falta de amor, solidariedade ou outro sentimento doce e politicamente correto dar um basta e se importar consigo mesmo, por mais que fazer isso doa e parece em um primeiro instante a coisa mais egoísta do mundo. Ser altruísta é bom, só que em excesso vira suicídio. Você deixa de se importar um pouco hoje, outro pouco amanhã e quando vê...

Aprendi que a gente é capaz de controlar a intensidade que as coisas terão sobre nossa vida, sendo assim, não é pecado evitar sofrer por algo que aconteceu com o outro e principalmente, o que ele possa a pensar sobre você. O que o outro pensa sobre algo ou alguém, é problema dele. Sendo assim, seja responsável por você e viva sua vida sempre focando no que te faz bem e evitando pessoas e situações desnecessárias para sua vida. 

Sua paz interior agradece!


sábado, 2 de setembro de 2017

{Eu li} Belo Funeral - Jamie Mcguire

Prepare-se para dá pelo menos uma choramingada, viu?


É engraçado o que acompanhar uma série por um longo período pode causar na gente, né? Eu achei que já tinha testado e fortalecido todas as minhas emoções com as histórias da famíla Maddox, mas, aí chega Belo Funeral, quinto livro da série spin off  Irmãos Maddox e me tomba de vez. 

Neste novo livro, reencontramos a família Maddox e seus agregados (aka esposas e filhos dos irmãos) após 11 anos desde o casamento relâmpago de Travis e Abby. Os irmãos estão quase todos casados e com com filho e Travis e Thomas continuam trabalhando no FBI e tentando finalizar o caso contra o chefão da máfia Benny Carlisi. 



O problema é que para conseguir acabar com o esquema do "poderoso chefão", os irmãos Maddox tiveram que enfrentar muitas coisas e entre elas, contar algumas mentiras para sua família. Agora, o perigo começa rondar todos os membros da família Maddox e o segredo que Thomas e Travis guardaram por tanto tempo está prestes a vim a tona e os irmãos começam a brigar entre si e suas esposas, se veem obrigadas a tomar partido de seus esposos.

E aí, claro, a gente fica tensa e um tanto temorosa com o que pode acontecer com nossos garotos, não é mesmo? Mas, relaxa que esses meninos se amam muito e já viveram tantas coisas juntos que nada pode separá-los. 



Eu achei que este livro foi um dos mais complexos que a autora teve que escrever, pois, as narrações são feitas por quase todos os personagens e cada um deles apresenta a sua visão sobre o que está acontecendo na família. Então, ter que escrever relatos completos, respeitando as características psicológicas de cada narrador é bem cansativo, porém, achei que Jamie conseguiu se sair bem na maior parte da história.

Este é um livro pra refletir e morrer do coração aos pouquinhos. A gente morre de susto do primeiro ao penúltimo capítulo e depois, a "redenção" vem com um lindo reencontro que nos prova que o amor é um dos sentimentos mais poderosos do mundo ou como diria Jim Maddox:

"E, quando o amor é real, a eternidade também é"


Espero que Jamie nos surpreenda com mais alguma história, entretanto, achei que ela preparou Belo Funeral já como um livro de despedida pra pelo menos a série "Irmãos Maddox", logo, não creio que ela vá continuar a escrever sobre a família neste spin off, mas também não acho que ela parara de escrever sobre eles. Sei lá, fiquei com a sensação que talvez nasça um spin off  sobre os netos Maddox, já que ela descreveu super bem a personalidade e faixa de idade da cada uma das crianças.

Não dá pra esquecer que os filhos do Taylor, os gêmeos do Travis e o filho mais velho de Shepley tem idades próximas, então, quem sabe ela não cria algo sobre as crianças? Seria interessante vê o que Hollis Maddox apronta com seu temperamento esquentando, a Jessica causando entre os meninos e deixando o Travis orgulhoso....

Enfim, vamos esperar e rezar por mais um pouco da família Maddox, né?


Outras resenhas dos livros da série:

Belo Desastre - Jamie Mcguire

Desastre Iminente - Jamie Mcguire








Beijos!!! 


SENTIDO CONTRÁRIO - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger